Página InicialQuem SomosFale ConoscoFábricasFornecedoresHistóriaHomenagemNotícias
Seja  bem  vindo  ao  site  de  compras  dos  calçadistas        "Guia Calçadista"

Acessórios
Adesivos
Alta Frequência
Bebedouros Ind.
Bijuterias
Bordados
Brindes
Cadarços
Cepos
Colas
Compressores
Componentes
Comunic.Visual
Contrafortes
Conexões
Cordões
Couros
Couraças
Design
Dublados
Dublagens
Dublag.Tecidos
Escalas
Elásticos
Eletro-Erosão
Embalagens
Emborrachados
Encadernação
Enfeites
Entregas rápida
Equip. Proteção
Estamparia
Estrutura Metál.
Etiquetas
Facas
Fitas
Fivelas / Metais
Formas
Gorgurões
Guinchos
Higien.Limpeza
Injetados
Informática
Impress. Digital
Laminados Sint
Livraria
Linhas
Mangueiras
Maquetes
Máquinas
Máquin.Consert.
Marca - Patente
Mater. Elétricos
Mat. Escritórios
Mat. Serigráficos
Matriz. Clichês
Medicina Trab.
Modelagens
Palmilhas
Papelarias
Peças
Pedrarias
Pigmentos
Pintura Solas
Resinas
Reparos
Refrigeração
Representações
Reciclagem
Saltos
Segurança trab.
Serigrafia
Softwares - Sist.
Solas - Solados
Solventes
Tecidos
Termoplásticos
Tintas-Compost.
Tiras
Transportadoras
Uniformes
Vazadores


                                        
HISTÓRIA DO CALÇADO EM BIRIGUI


       

       
 

 
Em 1941, a Família Tokunaga  começava a produzir botinas e sapatões, calçados muito utilizados na época. Em 1947, o Sr. Avak Bedouian inaugurava a Indústria de Calçados Birigüiense com uma produção de 40 a 50 pares. 
  
  Alguns anos depois, outros empresários também se interessaram em fabricar calçados e aos poucos novas indústrias foram surgindo. Em inúmeros casos o funcionário pedia demissão do emprego nas fábricas de calçados ou, mesmo quando era demitido, reunia alguns amigos e montava uma modesta fábrica e vários conseguiram ser bem sucedidos e hoje são os grandes industriais de Birigui.
    
  Com o desenvolvimento de Birigui, que se tornou o 3º pólo calçadista do Brasil as cidades vizinhas, apoiando projetos de geração de empregos, passaram a estimular a instalação de indústrias de calçados em seus municípios e hoje existem várias fábricas em Coroados, Glicério, Bilac, Araçatuba, Penápolis, Braúna, Guararapes, Brejo Alegre, Piacatú, Santópolis
do Aguapeí, Clementina, Rinópolis, Gabriel Monteiro e Bento de Abreu. Nestas cidades surgiram fabricantes locais e também empresários de Birigui passaram a instalar novas unidades industriais.
  
  Na área de fornecedores para a indústria  calçadista a cidade tem de tudo que uma fábrica precisa, seja componentes, máquinas, etc., e o  “GUIA CALÇADISTA”, na edição impressa e na Internet, tem a função de divulgá-las para todos que atuam no setor.
  
  Este é um resumo da história do calçado em Birigui, Capital Nacional do Calçado Infantil e a cidade que mais cresce e se moderniza em toda a região.